Como a pandemia afetou as nossas finanças?

O ano de 2020 começou como todos os outros. Não prometia nada, além das corriqueiras especulações sobre política, finanças e economia, a que o país estava acostumado a ver, todo início de ano. 

Mas, as águas de março nem chegaram a fechar o verão… De repente, uma sequência de movimentos e, tudo passou a acontecer, feito onda de mar que não se contenta em quebrar, sozinha, na areia da praia: chega e traz junto pequeninas ondas, em delicado desenho, até que desaparecem. 

Quem permaneceu atento, aos sinais, percebeu que era tempo de mudança. E o vírus chegou feito tsunami trazendo na bagagem mortes, destruições e crises: social, política e econômica. Sem perceber, assistimos a um divisor de águas, na história: começou-se a falar em mundo antes e depois desse ano transformador.

Antes da pandemia chegar, em especial no Brasil, as famílias já vivenciavam em suas finanças um período de grande instabilidade e recessão, com altos índices de desemprego e desaceleração do PIB. O brasileiro parecia acostumado a isso e pouco se abalava com as oscilações noticiadas. Aprendeu a protestar,  também a se adaptar e seguir vivendo…

O que mudou na rotina financeira das famílias?

As notícias da chegada do vírus, em terras tupiniquins,  trouxeram incerteza e insegurança para dentro de casa. Algumas pessoas, em pânico, compravam e estocavam alimentos, sem se darem conta da inflação que alimentavam e do risco de endividamento que corriam.

Como parte das medidas para conter o vírus, veio a determinação da redução da jornada de trabalho e o impedimento de as empresas manterem seus funcionamentos  como vinham sendo, até então. Com isso, a queda da produção, a redução brusca do consumo, seguidos de desemprego de trabalhadores, aumento de falências, redução da oferta de créditos.

O caos parecia ter-se instalado e, tal qual efeito dominó, o mundo passou a chorar, não só seus mortos, mas as dores da incerteza e da falta de preparo para viver tempos mais complexos. 

Se por um lado a perda de pessoas desestruturou famílias, a falta de planejamento das finanças fez tudo ficar ainda pior. Muitas pessoas se deram conta de que não tinham noção exata de quanto custa manter-se e quanto precisavam economizar para proteger a família e manter intacto seu padrão de vida – agora e no futuro. 

O Governo Federal adotou política auxiliar de renda e estimulou programas de apoio a pessoas em situação de vulnerabilidade. Mas, infelizmente, tempo não houve para um trabalho de conscientização de como utilizar melhor os recursos, além do básico para sobrevivência. Em muitos casos, foi como dar o peixe sem ensinar a pescar.

E qual o aprendizado, a partir de agora?

Em momentos de crises, como esses, geralmente se percebe que, tudo o que estava sendo feito estava, de algum modo, a necessitar de ajustes. A educação financeira, assim, surge como bússola oferecendo técnicas e ferramentas adequadas que ajudam a adequar hábitos, já arraigados. Tornou-se urgente e necessário controlar e planejar melhor as receitas e as despesas; fazer dinheiro com base nas habilidades; consumir com consciência e economizar para investir.  

Mais premente se fez a necessidade de implementação de políticas públicas, além de campanhas que orientem os jovens, as crianças e as famílias a lidarem com o dinheiro com mais cuidado, de modo a trazer maiores possibilidades de qualidade de vida no presente e no futuro. O fato é que crises continuarão a acontecer, pois fazem parte do processo evolutivo da humanidade.

No entanto, com a implementação de uma educação financeira adequada há chances de encontrarem um povo mais fortalecido em sua capacidade de gerar e administrar sua própria riqueza. 

Tempos transformadores virão, é de se esperar!

Indicação de leitura: COMO COMEÇAR A INVESTIR?

Liz Midlej
Liz Midlejhttps://jovenseempreendedores.com/author/lizalmeida
Ao lidar com a escrita no universo da Educação Financeira busco aliar razão e sensibiliade, trazendo à tona conceitos de finanças sob um viés lúdico e literário.

Leia Também

MÃES GRÁVIDAS têm BENEFÍCIOS aprovados pelo GOVERNO com VALORES variados

O governo federal anunciou no mês de março a criação de um auxílio para as mães grávidas de baixa renda. Além do Auxilio Brasil e auxílio gás destinados a mulheres de baixa...

AUXÍLIO-CRECHE garante AJUDA DE CUSTO para os TRABALHADORES CLT; solicite online

Chamado de auxílio-creche ou reembolso creche o benefício é liberado em sua maioria para mães que possuem filhos de zero a seis meses. Há exceções, em alguns casos pais podem receber, e...

Estes CURSOS GRATUITOS são oferecidos on-line na área de marketing

Com as mudanças no setor do comércio, a área de marketing está em ascensão. Diante disso, quem pretende atuar nesse setor precisa se profissionalizar. Pensando nisso, o FDR traz cinco cursos gratuitos...

O J.P. Morgan está enxergando um touro onde ninguém está vendo

Não são poucos os ingredientes que estão levando os investidores em Wall Street a olharem o mercado de capitais com mais cautela e menos apetite. Esse cenário vem sendo alimentado por questões...

Ponto final: em meio a prejuízo bilionário, Softbank desembarca da Uber

Em meio a duras perdas que vem registrando por conta da piora das condições para as empresas de tecnologia, o bilionário Masayoshi Son decidiu que o investimento do Softbank na Uber chegou...

Dólar Cai para R$ 5,11 e Fecha no Menor Nível em Sete Semanas

Em meio ao alívio no mercado, o dólar aproximou-se de R$ 5,10 e fechou no menor nível em sete semanas.  » LEIA MAIS

Financiamento Imobiliário Recua 6% no 1º Semestre Deste Ano

Os financiamentos imobiliários com recursos das cadernetas do SBPE atingiram R$ 112,8 bilhões no primeiro semestre desse ano.  » LEIA MAIS

Itaú Unibanco (ITUB4) Anuncia Pagamento de JCP em Agosto

O Itaú Unibanco (ITUB4) anunciou nesta segunda-feira (08), o pagamento de JCP em agosto. Veja a data limite para receber.  » LEIA MAIS

Empresas Enfrentam Ações no Exterior

Adaptar as empresas às questões ambientais, sociais e de governança, tornou-se necessidade em razão do risco legal às corporações.  » LEIA MAIS

Lucro do Itaú (ITUB4) Atinge R$ 7,68 Bilhões no 2º Trimestre

O lucro líquido gerencial do Itaú (ITUB4) somou quase R$ 7,68 bilhões no 2t22, alta de 17,4% em relação ao mesmo período do ano passado.  » LEIA MAIS

Lucro da BB Seguridade (BBSE3) Atinge R$ 1,406 Bi no 2T22

A BB Seguridade, fechou o 2T22 com lucro líquido de R$ 1,406 bilhão, um aumento de 86,6% em relação ao mesmo período de 2021.  » LEIA MAIS

“Trabalhamos para uma Regulação não Invasiva dos Criptoativos”, diz Presidente da CVM

O Brasil está virando uma referência mundial de tokenização, por trás desse movimento, está o papel cada vez mais presente da CVM.  » LEIA MAIS

3 Gastos Inteligentes Para Ganhar Mais

Veja as 3 coisas que valem o dinheiro para lucrar mais no futuro.  » LEIA MAIS

Copom sobe juros em 0,5 ponto e Selic vai a 13,75%; aperto continuará

O Copom – Comitê de Política Econômica – decidiu nesta quarta-feira (3) elevar a taxa básica de juros, a Selic, em 0,5 ponto percentual, em consenso com o que esperava o mercado....

Produção da Prio sobe 46% em julho

  Publicado às 20h30   A Prio (PRIO3) divulgou os dados operacionais de julho na noite desta segunda, 8. A produção média dos campos da petroleira somou 46,8 mil barris de óleo por dia no mês....

Portobello reporta alta no lucro no 2T22

  Publicado às 20h21   A Portobello (PTBL3) divulgou o resultado do segundo trimestre de 2022 (2T22) na noite desta segunda-feira, 8. No período, o lucro líquido ajustado e recorrente foi de R$ 52,4 milhões, alta...

AES Brasil compra usinas eólicas da Cubico. Valor é de R$ 2 bi

  Publicado às 19h36   A AES Brasil Energia (AESB3) informou nesta segunda, 8, a compra de três ativos eólicos da Cubico Brasil. Em um fato relevante enviado ao mercado após o fechamento do pregão, a...

Direcional reporta alta no lucro no 2T22 

  Publicado às 19h10   A Direcional (DIRR3) divulgou o resultado do segundo trimestre de 2022 (2T22) na noite desta segunda-feira, 8. No período, o lucro líquido ajustado foi de R$ 55,1 milhões, alta de 35,5%...

Direcional (DIRR3) bate novo recorde de vendas, mas despesas financeiras pesam e lucro fica estável

Apesar de bater mais um recorde trimestral em vendas líquidas, a construtora Direcional (DIRR3) foi pressionada pela piora do resultado financeiro e registrou lucro líquido de R$ 41 milhões no segundo trimestre,...

Mais otimista, Itaú (ITUB4) aposta no crédito ao consumo e lucro cresce 17,4% no 2º trimestre

O Itaú Unibanco (ITUB4) — que publicou balanço com os resultados para o segundo trimestre na noite desta segunda-feira (8) — atingiu um lucro líquido de R$ 7,67 bilhões no período, alta...

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS!

*Inscreva-se e receba conteúdos exclusivos: artigos, notícias e podcast.

NOSSOS CANAIS

Cotações Crypto

Destaques do dia

Economia em Pauta Receba as notícias mais importantes na hora em que elas acontecem
Mais tarde
Eu quero