domingo, março 3, 2024

Conteúdo que impacta no seu bolso!

Como a pandemia afetou as nossas finanças?

O ano de 2020 começou como todos os outros. Não prometia nada, além das corriqueiras especulações sobre política, finanças e economia, a que o país estava acostumado a ver, todo início de ano. 

Mas, as águas de março nem chegaram a fechar o verão… De repente, uma sequência de movimentos e, tudo passou a acontecer, feito onda de mar que não se contenta em quebrar, sozinha, na areia da praia: chega e traz junto pequeninas ondas, em delicado desenho, até que desaparecem. 

Quem permaneceu atento, aos sinais, percebeu que era tempo de mudança. E o vírus chegou feito tsunami trazendo na bagagem mortes, destruições e crises: social, política e econômica. Sem perceber, assistimos a um divisor de águas, na história: começou-se a falar em mundo antes e depois desse ano transformador.

Antes da pandemia chegar, em especial no Brasil, as famílias já vivenciavam em suas finanças um período de grande instabilidade e recessão, com altos índices de desemprego e desaceleração do PIB. O brasileiro parecia acostumado a isso e pouco se abalava com as oscilações noticiadas. Aprendeu a protestar,  também a se adaptar e seguir vivendo…

O que mudou na rotina financeira das famílias?

As notícias da chegada do vírus, em terras tupiniquins,  trouxeram incerteza e insegurança para dentro de casa. Algumas pessoas, em pânico, compravam e estocavam alimentos, sem se darem conta da inflação que alimentavam e do risco de endividamento que corriam.

Como parte das medidas para conter o vírus, veio a determinação da redução da jornada de trabalho e o impedimento de as empresas manterem seus funcionamentos  como vinham sendo, até então. Com isso, a queda da produção, a redução brusca do consumo, seguidos de desemprego de trabalhadores, aumento de falências, redução da oferta de créditos.

O caos parecia ter-se instalado e, tal qual efeito dominó, o mundo passou a chorar, não só seus mortos, mas as dores da incerteza e da falta de preparo para viver tempos mais complexos. 

Se por um lado a perda de pessoas desestruturou famílias, a falta de planejamento das finanças fez tudo ficar ainda pior. Muitas pessoas se deram conta de que não tinham noção exata de quanto custa manter-se e quanto precisavam economizar para proteger a família e manter intacto seu padrão de vida – agora e no futuro. 

O Governo Federal adotou política auxiliar de renda e estimulou programas de apoio a pessoas em situação de vulnerabilidade. Mas, infelizmente, tempo não houve para um trabalho de conscientização de como utilizar melhor os recursos, além do básico para sobrevivência. Em muitos casos, foi como dar o peixe sem ensinar a pescar.

E qual o aprendizado, a partir de agora?

Em momentos de crises, como esses, geralmente se percebe que, tudo o que estava sendo feito estava, de algum modo, a necessitar de ajustes. A educação financeira, assim, surge como bússola oferecendo técnicas e ferramentas adequadas que ajudam a adequar hábitos, já arraigados. Tornou-se urgente e necessário controlar e planejar melhor as receitas e as despesas; fazer dinheiro com base nas habilidades; consumir com consciência e economizar para investir.  

Mais premente se fez a necessidade de implementação de políticas públicas, além de campanhas que orientem os jovens, as crianças e as famílias a lidarem com o dinheiro com mais cuidado, de modo a trazer maiores possibilidades de qualidade de vida no presente e no futuro. O fato é que crises continuarão a acontecer, pois fazem parte do processo evolutivo da humanidade.

No entanto, com a implementação de uma educação financeira adequada há chances de encontrarem um povo mais fortalecido em sua capacidade de gerar e administrar sua própria riqueza. 

Tempos transformadores virão, é de se esperar!

Indicação de leitura: COMO COMEÇAR A INVESTIR?

Liz Midlej
Liz Midlejhttps://economiaempauta.com/author/lizalmeida
Ao lidar com a escrita no universo da Educação Financeira busco aliar razão e sensibiliade, trazendo à tona conceitos de finanças sob um viés lúdico e literário.

Leia Mais

FGTS Futuro: Como funciona o programa para a compra de imóveis?

O FGTS Futuro vai facilitar a compra da casa própria em todo o país. Modalidade deve entrar em uso no primeiro semestre neste ano.  » LEIA MAIS

13º salário LIBERADO para IDOSOS? Veja como ter acesso ao valor

Pago anualmente pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), o 13º salário de aposentados e pensionistas representa uma renda extra para os segurados pelo Instituto.  » LEIA MAIS

Serasa anuncia PERDÃO para as dívidas dos consumidores; consulte se foi beneficiado

Surpreendendo a todos, o Serasa, responsável por análises e informações cruciais para decisões de crédito, lançou um desconto extraordinário para quitação de dívidas.  » LEIA MAIS

O que tornou a Irlanda a economia com maior produtividade entre países desenvolvidos

País atrai grandes quantidades de multinacionais com seus impostos baixos — e isso aumenta produtividade e valor agregado na sua economia. BBC News fonte A cervejaria Guinness produz...

Alemanha vai investigar vazamento de conversa militar confidencial sobre Ucrânia

O chefe de governo alemão, Olaf Scholz, prometeu neste sábado (2) uma investigação "exaustiva", após a Rússia divulgar uma conversa militar confidencial sobre a entrega de armas à Ucrânia.  » LEIA MAIS

Governadores do Sul e Sudeste amenizam tom sobre renegociação de dívida com o governo federal

Os governadores dos estados do Sul e Sudeste atenuaram o tom na coletiva à imprensa em relação às queixas que foram feitas em uma reunião fechada na sexta-feira,  » LEIA MAIS

Governadores do Sul e Sudeste fazem pacto contra crime organizado e querem leis mais duras

Estados do Sul e do Sudeste firmaram um Pacto Regional de Segurança Pública neste sábado, 2, para enfrentar o crime organizado. Um gabinete integrado de inteligência será criado para compartilhar informações e...

Leslie David Baker, de ‘The Office’, inaugura ‘papelaria’ no Brasil; veja como visitar

Reconhecido pelo papel na série "The Office", o ator Leslie David Baker, que interpretou o personagem Stanley por oito anos, desembarcou no Brasil para uma atividade inusitada: abrir sua primeira "loja" oficial,...

Hapvida (HAPV3): o que o Itaú BBA espera do resultado do 4T23?

A Hapvida (HAPV3) vai reportar seus resultados do quarto trimestre de 2023 no dia 27 de março. Para o Itaú BBA, a companhia deve continuar com melhoria da MLR (índice de sinistralidade...

B3 (B3SA3): Genial calcula crescimento de 35% na ação

O lucro líquido recorrente da B3 (B3SA3) no quarto trimestre de 2023 (4T23) foi de R$ 1,05 bilhão, uma queda de 8,2% em relação a igual período de 2022.   » LEIA MAIS

Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Conteúdos Exclusivos

*Inscreva-se e receba conteúdos exclusivos: artigos, notícias, vídeos e podcast.

Nossos canais

Destaques

plugins premium WordPress
Economia em Pauta Ative as notificações e receba uma seleção de conteúdos exclusivos!
Mais tarde
Eu quero